Ir para conteúdo do site

Ir para conteúdo

São Mateus do Sul - PR
Acompanhe-nos:
Facebook
Instagram
Twitter
Notícias
Principal   Notícias
 

30/11/2015
Semana terá programação especial para a luta contra a Aids em São Mateus do Sul

A luta contra as infecções sexualmente transmissíveis, em especial o HIV/Aids, estará em destaque durante os próximos dias na saúde pública de São Mateus do Sul. A prefeitura deve intensificar a realização de testes rápidos, palestras e divulgação de informações relacionadas à prevenção dessas doenças, em função do Dia Mundial de Luta contra a AIDS, lembrado em 1º de dezembro.

Uma grande passeata para levantar a bandeira da luta contra a Aids acontece em São Mateus na manhã dessa terça, 1º, saindo da Rodoviária às 9h. O objetivo do ato é chamar atenção para a prevenção e os cuidados com o vírus, e deve reunir setores relacionados à saúde, escolas, entidades e demais instituições do município.

A passeata termina no Clube ideal Sãomateuense, com a exibição do curta "Cinzas e Rosas", produzido por uma equipe do Colégio Estadual Eugênio de Almeida, de Fluviópolis, e dirigido por Igor Moreira. No dia 2, quarta, serão realizadas palestras sobre prevenção de ISTs com a Dra. Júlia Cordellini, especialista em jovens. As palestras serão direcionadas a estudantes do município e acontecem no período da manhã e também à tarde.

"Nosso objetivo é chamar a atenção da população para uma realidade muito séria", comenta a chefe do setor de Epidemiologia da prefeitura, Rosângela Mendes Paul. "É importante que a gente tenha essa reflexão no nosso dia-a-dia. As infecções sexualmente transmissíveis são muito sérias e trazem complicações. É preciso conhecer elas para combatê-las e tratá-las e garantir uma boa qualidade de vida pra nossa população".

Um dos desafios no controle das ISTs, segundo a Secretaria de Saúde, são as barreiras impostas por algumas famílias que, ao tratarem a sexualidade como tabu, acabam, por diferentes motivos ou justificativas, não debatendo sobre o assunto com os filhos. A repulsa em relação ao possível contato dos filhos com preservativos, por exemplo, ainda parece ser uma realidade - e acaba fazendo com que jovens e adolescentes tenham contato primeiro com o ato sexual, e só depois com os cuidados necessários em relação a ele.

"A prevenção deve iniciar desde cedo", defende a bioquímica Adelaide Minervini, da Secretaria de Saúde. "Os adolescentes estão adquirindo essas infecções por não se cuidarem, e nós precisamos do apoio dos pais para estar passando isso para esses adolescentes".

 

      

 
 
 
 
Newsletter
Cadastre-se e receba em seu e-mail nossos informativos
CADASTRAR
ENDEREÇO
Rua: Barão do Rio Branco, nº 431
CEP: 83900-000
ATENDIMENTO
Atendimento de Segunda-feira a Sexta-feira das 8h00 às 12h00 e das 13h15min às 17h15.
Seta
Copyright Instar - 2006-2019. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia