Alunos da Rede Pública de Ensino de São Mateus do Sul participam nesta quarta-feira (13) da primeira Prova Paraná

Nesta quarta-feira (13), mais de 600 mil alunos da rede pública de ensino do estado farão pela primeira vez a Prova Paraná, iniciativa inédita da Secretaria de Estado da Educação (SEED).

O lançamento da Prova Paraná aconteceu durante o 1° Seminário de Cooperação Pedagógica com municípios, realizado no dia 20 de fevereiro e organizado para marcar o início de uma série de ações de apoio pedagógico aos municípios do Paraná. A equipe da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), esteve presente e aderiu à cooperação com o Estado.

A prova que tem função distinta da desempenhada pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), vinculado ao Ministério da Educação, é uma avaliação diagnóstica que tem a finalidade de fornecer informações sobre os conhecimentos dos estudantes.

O teste será realizado por estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental das redes municipais de ensino, alunos do 6º e 9º anos do Ensino Fundamental e do 1º e 3º anos do Ensino Médio da rede estadual em 398 municípios de todo o Paraná.

Em São Mateus do Sul, mais de 3 mil alunos farão a prova, sendo 510 alunos da rede municipal de ensino, que demonstrarão seus conhecimentos respondendo 40 questões, sendo 20 de Língua Portuguesa e 20 de Matemática.

O teste deverá na sequência, ser aplicado bimestralmente e até o final do ano, segundo a SEED, serão incluídas provas a respeito de Ciências da Natureza e Ciências Humanas.

A partir dos resultados, professores, equipe pedagógica, equipe gestora, Núcleo Regional de Educação (NRE) e SEED, devem redirecionar as ações educacionais para atender as fragilidades apontadas pelo processo diagnóstico. Com foco nos resultados, as equipes poderão elaborar Planos de Ação voltados à melhoria da aprendizagem em apoio às escolas.

A Prova Paraná acontecerá nas escolas sempre no início do bimestre e tem a função de fornecer informações sobre os conhecimento, habilidades e competências dos estudantes, a fim de auxiliar os professores e pedagogos na organização dos processos de ensino e aprendizagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *